Manter o petista Mello na EBC pode ser nova decisão polêmica de Toffoli

Segundo o Antagonista, o ministro do STF, Dias Toffoli, teria informado a Eliseu Padilha que não vai revogar a liminar que manteve o petista Ricardo Melo na presidência da EBC. Diversas acusações de várias partes dão conta que a empresa, bancada com dinheiro público, tem sido utilizada como aparelho de propaganda do PT.

O ministro avisou que iria levar o tema a plenário, mas sem especificar data para isso.

O governo Temer avalia um único caminho para o momento: editar uma medida provisória que acabe com o mandato do presidente da emissora e estabeleça um novo modelo de gestão.

Enquanto isso, a EBC segue considerada como um instrumento de propaganda petista, servindo para repetir continuamente as narrativas petistas, especialmente aquelas para atacar o governo interino.

A atitude de Toffoli pode ser classificada como mais uma polêmica. O ministro do STF foi duramente criticado após ter dado a liberdade ao ex-ministro de Lula e Dilma, Paulo Bernardo, preso na Operação Custo Brasil.

Anúncios

Deixe uma resposta