Censura ameaça jornal português que denunciou de Lula em escândalo da Oi

Os tentáculos do ex-presidente Lula, ao que parece, vão além do oceano. Ao menos é o que indica o jornal português Correio da Manhã, que tem denunciado a relação entre a Portugal Telecom, a Oi e Lula em algo que pode ser considerado uma grande fraude empresarial.

José Sócrates, membro do Partido Socialista de Portugal e aliado do petista, tem se esforçado para silenciar o caso. O Correio da Manhã acusa Lula de envolvimento com uma “tele-gangue”, uma espécie de acordo entre empresas e políticos do alto escalão para desviar dinheiro. Sócrates tenta, pela segunda vez, censurar o jornal para proteger Lula e a si próprio.

Em editorial, o Coreio da Manhã deu sua posição sobre o caso, que reproduzimos abaixo.

“José Sócrates volta a tentar silenciar o Correio da Manhã, quatro meses depois de ter sido levantada a infame mordaça, que vigorou 129 dias, ditada a gosto deste arguido por juíza sem competência para tal. O retomar desta iniciativa contra o Direito à Informação leva-nos a questionar o seu critério de oportunidade: porquê agora? E será para responder a esta pergunta que o CM virará desde já os seus esforços de investigação jornalística. As mais recentes informações sobre o processo Marquês apontam para o Brasil.”

“Com dois negócios que empobreceram Portugal sob suspeita: a venda da posição da PT na Vivo, uma empresa em crescimento e tecnologicamente pujante; com a posterior entrada da mesma PT na Oi, uma empresa decadente, anquilosada no plano tecnológico e dominada por figuras agora a contas com a Justiça brasileira no âmbito da investigação Lava Jato.”

“Nestes negócios desastrosos para Portugal, a PT entregou 3,7 mil milhões de euros ao ‘telegangue’ brasileiro. Os 18 milhões que estão sob investigação na esfera de Zeinal Bava, sendo uma fortuna, são meros amendoins quando, no plano da decisão política, se movimentaram figuras como Sócrates e Lula da Silva. O CM confia na Justiça portuguesa e não desistirá de investigar mais esta linha de empobrecimento do nosso País às mãos de quem tinha jurado defender o interesse público.”O Correio da Manhã pode contar com O Antagonista.

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta