Maduro não deixa ONU entrar na Venezuela para oferecer ajuda humanitária

Conforme o Estadão, a ONU denuncia o governo do ditador Nicolás Maduro de recusar a entrada de funcionários do alto escalão da entidade ao país para avaliar como estão sendo tratados os direitos humanos. A ONU tem feito contínuos apelos para que a Venezuela aceite a ajuda humanitária para lidar com a crise de alimentos e de saúde no país.

O representante de Direitos Humanos da entidade para a América do Sul tem tido seu visto negado para entrar na Venezuela desde 2014. “Em diversas ocasiões o visto foi solicitado. Mas ainda não temos acesso ao país”, disse Ravina Shamdasani, porta-voz da ONU para Direitos Humanos, .

“Os pedidos de visto foram submetidos para dar acesso ao representante regional do Alto Comissariado da ONU para Direitos Humanos, aos quais não houve resposta por parte das autoridades em 2014 e no final de 2015”, disse a porta-voz. “Vários outros pedidos para acesso foram feitos em cartas do Alto Comissariado da ONU para a Venezuela e oralmente em encontros com dirigentes venezuelanos em Genebra e em outras partes”, detalhou Ravina.

O representante deveria avaliar a situação de direitos humanos no país. Ao mesmo tempo, a ONU insiste que quer estabelecer um diálogo com o governo para tentar superar a crise. Maduro tem adotado a narrativa de que a ONU quer fazer “ingerência” na Venezuela. Ele conseguiu o apoio de outras ditaduras, como China e Cuba, em protestos contra a entidade.

A ONU também solicitou para que as forças militares e demais milícias de Maduro não façam uso de força excessiva nos protestos. Embora essas requisições tendam a ser descartadas pela ditadura, a entidade sugere um monitoramento “objetivo e independente” da situação de direitos humanos no país”.

Por fim, a ONU fez novo apelo nesta terça-feira, 19, para que o governo “considere aceitar ajuda humanitária para apoiar seus esforços de garantir a distribuição de alimentos e o fornecimento adequado de remédios, assim como para garantir a distribuição equitável desses bens”.

Advertisements
Anúncios

2 comentários sobre “Maduro não deixa ONU entrar na Venezuela para oferecer ajuda humanitária

Deixe uma resposta