Haddad atribui impopularidade a imprensa e “confusão das pessoas”

O Prefeito de São Paulo Fernando Haddad respondeu aos dados da pesquisa Datafolha alegando que sua baixa popularidade se deve a “confusão das pessoas”, principalmente por conta da falta de cooperação por parte da imprensa.

“Esse noticiário sobre a crise política e a Lava Jato ocupa tanto espaço que fica difícil comunicar”, se defendeu. Segundo Haddad, será possível persuadir o paulistano quando começar a campanha eleitoral.

“Existe confusão generalizada sobre responsabilidades, quem é culpado do quê. As pessoas não são obrigadas a acompanhar as coisas no dia a dia”. A avaliação da gestão de Haddad neste período é pior do que a gestão do ex-prefeito Celso Pitta, apadrinhado político de Paulo Maluf que governou a cidade entre 1997 e 2000. Segundo as pesquisas, Haddad é rejeitado por 45% dos eleitores, e perde para todos os candidatos no segundo turno.

Anúncios

Um comentário sobre “Haddad atribui impopularidade a imprensa e “confusão das pessoas”

Deixe uma resposta