Filme do Porta dos Fundos sai dos cinemas. Terceira semana tem apenas 14 mil espectadores.

O filme “Contrato Vitalício”, do grupo humorístico Porta dos Fundos, teve ampla divulgação em televisões, revistas, jornais e redes sociais. Estreou em 515 salas de cinema pelo país.

A película gerou polêmica por ter sido beneficiada com aprovação para captar R$ 7,5 milhões a partir da Lei Rouanet. O grupo também se tornou conhecido por utilizar humor para embutir narrativas petistas. A aprovação da captação ocorreu durante o segundo mandato de Dilma.

Conforme diz o ILISP, apenas 14 mil pessoas foram assistir o filme em sua terceira semana em cartaz. “Contrato Vitalício” ficou apenas no 13° lugar nas bilheterias da semana, fazendo o filme alcançar um público total de 440 mil pessoas e R$ 6 milhões de faturamento. A verba resultante do faturamento não retorna aos pagadores de impostos.

Com o fracasso do filme, a ampla maioria das salas de cinema retirou o filme de cartaz, substituindo-o por obras como “Procurando Dory”, “A Era do Gelo: O Big Bang” e “Carrossel 2”. Estes filmes, de maior sucesso, não foram beneficiados por leis de “incentivo à cultura”.

 

Anúncios

9 comentários sobre “Filme do Porta dos Fundos sai dos cinemas. Terceira semana tem apenas 14 mil espectadores.

  1. 7,5 milhões jogados no lixo. Somos governados por um bando de irresponsáveis. Para os atores está tudo bem. Torraram e não entregaram cultura nenhuma.

  2. Ótimo!!!! Só o povo não indo, para acabar com este “Ministério da Lei Roubanet”…já que o Temer não teve coragem!!!
    O povo, se deixar de ir, a esses “espetáculos” pagos com nossos impostos poderá acabar com esses “departamentos da mamata”. Onde um monte de vagabundos que só “carimbam” papel e “abrem o cofre” poderão deixar de consumir recursos com salários de até R$ 91.000,00/mês.
    Pura roubalheira!!!!

Deixe uma resposta