Marcelo Odebrecht desiste de pedido de liberdade para garantir delação

Para garantir a homologação de sua delação premiada, o empresário Marcelo Odebrecht foi desistiu do último pedido de liberdade impetrado por seu advogado em troca das negociações do acordo de delação premiada. Acusado de tráfico de influência, lavagem de dinheiro, suborno, formação de quadrilha e corrupção ativa, ele está preso há mais de um ano em Curitiba.

A desistência ocorreu na última quarta-feira (13), sem que o Ministério Público tivesse avaliado o último pedido feito pela defesa de Marcelo, segundo reportagem da Folha de São Paulo assinada por Mario Cesar Carvalho e Bela Megale. A notícia de que Odebrecht pretende formalizar a delação causa temor no Partido dos Trabalhadores e aliados, além de minimizar ainda mais as chances de retorno da presidente Dilma Rousseff ao governo.

A delação de Marcelo Odebrecht é considerada uma das mais avassaladoras da Operação Lava Jato, uma vez que envolve nomes de grandes lideranças políticas do país, além de envolver negociações entre BNDES e governos de países latino-americanos. Segundo documentos obtidos pela revista Istoé, a presidente afastada Dilma Rousseff é mencionada em diversos trechos desempenhando um papel de destaque na organização criminosa desmantelada pela força tarefa da Polícia Federal e Ministério Público Federal. Em determinado trecho, Marcelo declara que a própria presidente Dilma determinou que ele pagasse um valor de propina cobrado pelo ex-ministro da Comunicação Social Edinho Silva, enquanto coordenador de sua campanha à reeleição. Em encontro realizado no Palácio do Planalto, Odebrecht perguntou se deveria realizar o pagamento e a presidente respondeu: “É pra pagar”. Dilma negou ter se encontrado com o presidente do grupo Odebrecht ou conhece-lo pessoalmente, mas há vários registros de fotos em eventos e viagens em que a presidente aparece ao lado do empresário. A Procuradoria Geral da República pediu para ter acesso ao registros do Palácio do Planalto para averiguar se a presidente está mentindo sobre os encontros.

Advertisements
Anúncios

2 comentários sobre “Marcelo Odebrecht desiste de pedido de liberdade para garantir delação

  1. Tudo o q mais quero é que essa presidenta incompetente perca o emprego que nos pagamos e vá fazer companhia a seus “companheiros” do PT como o José Dirceu na cadeia.

Deixe uma resposta