Aliado do PT, Bresser-Pereira diz que Lava Jato tem custo maior que benefício

O ex-ministro da Fazenda dos tempos de José Sarney, Luiz Carlos Bresser-Pereira, sempre foi um adepto do socialismo totalitário. Ultimamente, tem se tornado ainda mais dedicado na propagação de narrativas petistas.

Bresser-Pereira tem chegado ao ponto de validar parcialmente as narrativas de Marilena Chauí, que recentemente disse que Sérgio Moro estava a serviço dos Estados Unidos para ajudá-los a tomar o petróleo nacional. Marilena omitiu o fato de que não há evidência alguma de que Moro seja um agente da CIA ou do FBI. Ela também omitiu que os Estados Unidos se tornaram os maiores produtores de petróleo da atualidade, não mais necessitando de petróleo brasileiro.

Quanto a Bresser-Pereira – em texto para o blog petista O Cafezinho -, ele também decidiu atacar a Lava Jato, novamente com argumentos inusitados e confusos. Para ele, o “independentemente dos objetivos visados, o principal resultado da Lava-Jato não será um Brasil menos corrupto, mas tornar o Brasil ainda mais ocupado pelas exportações, os financiamentos, e os investimentos diretos dos países ricos.”

Ele também afirmou que “o objetivo do Ocidente é a ocupação do mercado interno dos países em desenvolvimento como o Brasil da maneira ainda mais completa do que já é. O instrumento são suas empresas multinacionais”. Esta narrativa tem sido utilizada por regimes bolivarianos para justificarem suas crises.

Para o político aliado do PT, a culpa do estado em que a Petrobrás se encontra vem do exterior: “Para ocupar nosso mercado interno o Ocidente se aproveita da criminosa ação de empresários, lobistas e políticos que enfraqueceu a Petrobrás e as grandes empresas construtoras brasileiras – uma das poucas áreas nas quais o capital nacional ainda é dominante.”

Ao fim, ele conclui até aceitando que a Lava Jato contribui para o combate à corrupção, “mas o faz através do abuso de direito (algo que não estou discutindo nesta nota, mas é bem sabido), e seu custo para o Brasil, no plano político, em termos de violência contra os direitos individuais, e, no plano econômico, em termos de desorganização da produção, redução do PIB e desnacionalização é muito maior do que esse benefício.”

O petista não quis explicar qual sua alternativa para evitar os alegados prejuízos ou mesmo se propõe o encerramento das investigações.

Como ministro da Fazenda em 1987, Bresser-Pereira foi responsável pelo Plano Bresser, que fez explodir a inflação nos tempos de Sarney, criando um cenário em parte similar ao racionamento hoje vivido na Venezuela.

Anúncios

7 comentários sobre “Aliado do PT, Bresser-Pereira diz que Lava Jato tem custo maior que benefício

  1. Bresser deve estar caduco quem assaltou a Petrobrás foram os canalhas petistas apoiado por aquele que se diz o mais honesto do mundo Bresser para de falar bobagem vai dormir e esqueça que você já fez alguma coisa pelo Brasil, só fez merda

  2. Bresser Pereira foi Ministro da Fazenda, na época da hiperinflação. O que ele conseguiu? Milhares de processos trabalhistas contra o seu Plano fracassado de conter a inflação e que gerou milhões de despesas para o contribuinte para o governo pagar as ações que perdeu devido ao seu maravilhoso plano. Deveria cortar a língua já que não soube o que fazer quando esteve no governo.

  3. Esse senhor que é professor, chegou ao Ministério da Fazenda e se auto-proclamou o economista mais preparado do Brasilara dirigir a economia do país. O resultado foi um fracasso retumbante. E agora gosta de dar pitacos. Que figura triste.

  4. Essa é a demonstração explícita de que um idiota senior não sabe que em certos momentos quando não há nada a ser declarado além de muita estupidez, a sabedoria manda que fiquemos calados.

  5. Esse senhor foi o pai do Plano Bresser!! Deu naquele vexame retumbante!! Se naquela época ele já era um retardo mental, com o
    passar do tempo, só comprova a piora.

Deixe uma resposta