Impeachment de Dilma terá cobertura internacional

De acordo com o blog Coluna Esplanada do portal UOL, a votação final do processo de impeachment de Dilma Rousseff, marcada para agosto, terá cobertura internacional. Serão 200 canais de televisão de mais de 120 países, além de 2 mil correspondentes estrangeiros residentes no Rio. Tudo isso se deve às Olimpíadas, evento que ironicamente o próprio PT quis trazer para o Brasil.

Renan Calheiros, que é aliado de Dilma e Lula, pretende esticar a votação para o dia 25 de agosto, quatro dias após o fim das Olimpíadas, de modo a amenizar os efeitos de tamanha pressão política. Mas essa é uma tentativa que provavelmente não irá dar em nada. Ao que tudo indica, a votação acontecerá durante o mega evento e o mundo inteiro verá a presidente se tornando ex-presidente.

O destino pregou uma enorme peça em Lula que, de maneira arrogante, veio atacando todos os seus críticos ao longo dos últimos anos por ter trazido o evento a um país como o nosso, despreparado e sem nenhuma infra-estrutura. Ao menos irá servir para alguma coisa.

Anúncios

Um comentário sobre “Impeachment de Dilma terá cobertura internacional

Deixe uma resposta