Governo brasileiro irá rever esquema de segurança no Rio após ataque em Nice

Diante de mais um grave ataque terrorista na França, na cidade de Nice, o governo brasileiro se viu obrigado a revisar todo o esquema de segurança frente a possibilidade de um atentado terrorista no Rio de Janeiro, durante as Olimpíadas.

Há pouco mais de um mês surgiu a suspeita de que um membro da Al Qaeda teria entrado no Brasil através da fronteira com o Uruguai, suspeita que acabou sendo confirmado posteriormente. Por se tratar de um evento de proporção internacional, as Olimpíadas podem ser realmente foco de ataques terroristas, apesar de o Brasil não ser um alvo preferido por esses grupos.

O problema é que o estado do Rio de Janeiro e também a capital não enfrentam uma situação positiva. Os funcionários da segurança pública têm feito sucessivas greves por falta de pagamento e condições de trabalho, e justamente nessa semana membros das Forças Armadas enviados para a cidade reclamaram das péssimas condições nas moradias temporárias, falta de recursos e total insegurança.

Segundo Raul Jungman, Ministro da Defesa, o Rio estará seguro durante o evento, mas não é exatamente algo em que se possa confiar.

Anúncios

Deixe uma resposta