Eleição de Rodrigo Maia para a presidência da Câmara pode ser o fim de Eduardo Cunha

Rogério Rosso, do PSD, poderia ser considerado um “sucessor” de Eduardo Cunha caso viesse a se eleger como presidente da Câmara. Isso, no entanto, não aconteceu. O vencedor foi Rodrigo Maia, do DEM, e com uma larga vantagem. Foram 285 de Maia contra 170 de Rosso.

O “centrão” não é mais aquele. Aparentemente os tempos são outros. Se Rosso ganhasse isso poderia significar que ainda há forte apoio a Eduardo Cunha dentro da casa, mas os 170 votos recebidos não foram suficientes para nem para que ele vencesse, assim também não serão o bastante para livrar Cunha da cassação.

A eleição de Maia pode ser o fim de Cunha.

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta