Dilma se contradiz em entrevista e elogia Meirelles

Em entrevista confusa à Rádio Capital, de São Paulo, a presidente afastada Dilma Rousseff reivindicou para si a baixa da inflação, ao mesmo tempo em que elogiou o ministro da Fazenda Henrique Meirelles.   Perguntada sobre o porquê de ela não ter indicado o economista para a Fazenda, como foi sugerido por alguns integrantes do então governo petista, Dilma se limitou a dizer que Meirelles “é uma pessoa competente na área dele”. Quando perguntaram o que achava de Meirelles no governo interino Temer, Dilma afirmou apenas que “não considera que Henrique Meirelles representa este governo como um todo”.

Esses elogios vieram junto com frases de reprovação às propostas de redução de gastos com saúde e educação, além de afirmar que o governo Temer está tratando a meta fiscal de 2016, que prevê déficit de até R$ 170,5 bilhões, como um “cheque em branco”. “O déficit não era desse tamanho”, completou.

Perguntada mais uma vez se não reconhecia que as medidas do governo interino foram importantes para a queda na inflação, Dilma voltou a afirmar que isso é obra do governo dela. “As condições para a inflação cair foram sendo construídas durante meu governo”. Sobre o processo de impeachment em tramitação no Senado, a presidente diz crer em seu retorno ao Palácio do Planalto.

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta