Delação: Pedro Corrêa, ex-presidente do PP, coloca Dilma e Gleisi Hoffmann na mira

O Partido Progressista, desde o início do governo Lula, é forte aliado dos petistas no Congresso. Pedro Corrêa, ex-presidente do PP, fez sua delação premiada e nela consta que Dilma Rousseff, antes mesmo de chegar à presidência, já estava envolvida em esquemas de propina para campanha eleitoral e também para reservas financeiras do PAC, Programa de Aceleração do Crescimento, responsável por investimentos bilionários na infra-estrutura que, hoje sabe-se, foi um verdadeiro propinoduto nas mãos de empresas como Odebrecht.

No entanto, o que chamou atenção em sua delação foram as fortes acusações contra Gleisi Hoffmann, senadora petista que já é investigada pela Operação Lava-Jato pelo recebimento comprovado de propina do esquema do Petrolão.

Na delação de Corrêa, Gleisi é acusada de ter recebido um alto montante em dinheiro para sua campanha de 2010 ao Senado, com apoio do Partido Progressista. A propina teria sido entregue por um operador do doleiro Youssef a um laranja de Gleisi num shopping de Curitiba – PR.

Anúncios

Um comentário sobre “Delação: Pedro Corrêa, ex-presidente do PP, coloca Dilma e Gleisi Hoffmann na mira

  1. PT, PDT, SEMPRE FOI UM PARTIDO DE MENTIRA , ROUBOS MUITOS ROUBOS … VAI SE SABER SE ALGUM POLITICO JÁ NÃO FOI MORTO A MANDO DE UM DESSES PARTIDO . NÃO CONSIGO ENTENDER TEM BRASILEIROS TÃO INGÊNUOS QUE SE DEIXAM SER ENGANADOS POR ESSES BANDIDOS DESSES PARTIDOS .

Deixe uma resposta