Dilma diz “não ter opinião” sobre Moro, mas que Lula é “pessoa íntegra”

A presidente afastada Dilma Rousseff tem usado órgãos da imprensa internacional para denegrir a imagem do Brasil e mentir sobre o que de fato está por trás do processo de seu afastamento. Além de escolher meios tradicionalmente simpáticos à esquerda mundial, Dilma escolhe entrevistadores comprometidos e ainda impõe restrições sobre questões que considera “inconvenientes”, como perguntas sobre o uso de dinheiro roubado da Petrobras em suas campanhas ou de sua relação com a empreiteira Odebrecht.

Em entrevista concedida ao jornal português Diário de Notícias não foi diferente. A presidente afastada mentiu em uma série de perguntas, como por exemplo sobre a situação financeira que deixou os estados, sobretudo o Rio de Janeiro. Mentiu sobre sua relação com Eduardo Cunha e mentiu novamente sobre o impeachment ser um ‘golpe’.

Ao ser indagada sobre o personagem com maior destaque no combate à corrupção do país, a petista foi evasiva:

Diário de Notícias – Qual a sua opinião pessoal sobre o juiz da Lava-Jato, Sérgio Moro?

Dilma – Não, não tenho opinião sobre o juiz Sérgio Moro – O Lula, tenho a certeza de que ele é uma pessoa íntegra e correta – afirmou.

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta