Kátia Abreu quer retornar à presidência da CNA e sofre rejeição

O jornal Zero Hora informa que Kátia Abreu está determinada a reutilizar o cargo de presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Atualmente, a ex-ministra da Agricultura do governo Dilma enfrenta a rejeição de quase todas as federações do país. Exceção é feita a Tocantins, seu estado de origem.

Kátia foi liberada pela pela Comissão de Ética da Presidência da República da quarentena, período de seis meses imposto a ex-autoridades para ocuparem outros cargos. Fontes informam que Kátia estaria interessada em apressar seu retorno para utilizar a máquina da organização na tentativa de barrar o impeachment de Dilma Rousseff.

Carlos Sperotto, presidente da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), garante que a tentativa de Kátia não será fácil: “Até agora, ela não se manifestou formalmente à CNA. Mas o setor não quer ela de volta, esse processo não será pacífico”. Ele conclui: “Vamos trabalhar para que ela não reassuma o cargo”.

O descontentamento de 26 das 27 federações de agricultura do país se deve ao fato de Kátia ter decidido permanecer no governo de Dilma Rousseff, mesmo na fase em que as milícias do MST se tornaram mais violentas contra os agricultores.

Kátia está licenciada desde janeiro de 2015. Seu vice, João Martins, assumiu a presidência da entidade. Recentemente, ele disse que a ex-ministra “traiu a classe”, ficando sem clima para voltar. O estado da CNA é vago, mas se o conselho pedir o afastamento de Kátia, em assembléia extraordinária, seu retorno pode ser evitado.

Anúncios

4 comentários sobre “Kátia Abreu quer retornar à presidência da CNA e sofre rejeição

  1. Nao faz jus a representacao da Classe Produtora do Pais e, muito menos, como Parlamentar que se apresenta traidora dos principios defendidos por essa mesma Classe e do proprio Partido da qual integra agora, ja’ que pula de “galho em galho ” se igualando, na rapidez, aos nossos habitantes das florestas dizimadas e desprotegidas, as quais carecem de Políticas condizentes com a realidade Mundial. Se ela defendesse a sua base eleitoral com a mesma veemência com que defende a afastada Presidente Dilma, prestaria o serviço e o voto de confiança a ela dado. Uma incauta e decepcionante criatura a se deslumbrar com o poder, mesmo que este seja podre. Lamentável! 👎🏾👎🏾👎🏾👎🏾👎🏾👎🏾👎🏾👎🏾👎🏾👎🏾👎🏾👎🏾👎🏾

Deixe uma resposta