Maracanã e PAC Favelas bancaram joias para Cabral e mulher no valor de R$ 4,5 mi, conforme denúncia

Em nova denúncia formal, a força-tarefa da Operação Lava Jato, no Rio de Janeiro, acusa o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) sua mulher, a advogada Adriana Ancelmo, e seus assessores Luiz Carlos Bezerra e Carlos Miranda. Dessa vez, a denúncia é por lavagem de dinheiro na compra de joias em espécie, sem nota fiscal ou certificação nominal.

“O dinheiro sujo era oriundo de propinas pagas por empreiteiras entre os anos de 2007 e 2014, em contratos para obras do metrô, reforma do Maracanã, PAC das Favelas e do Arco Metropolitano. O cometimento de crime de lavagem de dinheiro com a compra de joias já foi objeto de duas outras denúncias oferecidas em decorrência das denominadas operações Calicute e Eficiência” informou em nota a Procuradoria da República nesta segunda-feira (9).

Os acusados teriam por cinco vezes comprado joias e pedras preciosas, no valor total de R$4,5 milhões, com objetivo de dissimular a origem do dinheiro derivado dos crimes que foram praticados pela organização criminosa.

“A finalidade da organização criminosa era converter o dinheiro recebido a título de propina em ativo lícito e também para ocultar o real proprietário do bem. As aquisições eram feitas com o propósito indisfarçável de lavar o dinheiro sujo angariado pela organização criminosa, com pagamentos em espécie, por intermédio de terceiros, ou compensando valores de outras joias, sem emissão de notas fiscais e sem emissão de certificado nominal da joia”, explicaram os procuradores da Lava Jato.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s