Aliado de Temer, Marun avança na treta e chama Joesley de “cachorro”

O deputado Carlos Marun (PMDB-MS), vice-líder da bancada do partido na Câmara, levantou o tom e chamou o empresário corrupto Joesley Batista, da JBS, de “meliante” e “cachorro”.

Fez isso ao comentar a entrevista dada pelo empresário e que se tornou piada nas redes, principalmente por tentar inocentar Lula de chefiar o maior esquema de corrupção do mundo. Para isso, Joesley disse que o chefe da quadrilha era Temer.  Marun disse que o dono da rede de frigoríficos faz um “desfile de acusações genéricas”.

“Não é demais lembrar que este cachorro (forma como os delatores colaboradores eram conhecidos durante a ditadura) esteve por mais de 40 minutos gravando o presidente e nada conseguiu tirar dele de realmente criminoso ou comprometedor”, afirma no comunicado. “É óbvio que, orientado por sua defesa, o meliante tenta proteger seu escandaloso e benevolente acordo de delação, que está sendo contestado na Justiça, já que a lei veda o perdão judicial a chefes de quadrilha delatores.”

“Trata-se de mais um capítulo desta novela em que se constitui a conspiração asquerosa que tenta acabar com as reformas, depor o presidente Temer e garantir exílio dourado para Joesley e para os outros delinquentes que o cercam”, diz Marun.

A atitude de Marun é mais um sinal de que o governo decidiu confrontar as narrativas de Joesley, o que é um péssimo sinal para o empresário. Para o povo brasileiro, todo esse clima de confronto é util para que as verdades venham à tona.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s