Torcida do Galo celebra René Barrientos, general que mandou executar Che Guevara

Após a torcida Máfia Azul, do Cruzeiro, confeccionar uma bandeira onde celebra o terrorista morto Che Guevara; a Galoucura, torcida do principal rival Atlético, mandou fazer uma bandeira onde retrata o general boliviano René Barrientos, responsável pela ação que matou o guerrilheiro argentino.

O caso, rememorado dos anos 90, vem a tona neste dia 14 de junho, quando a esquerda comemora — em diversas postagens nas redes sociais — o aniversário de Che Guevara.

Em outras oportunidades, ambas as torcidas definiram as bandeiras como forma de nutrir a rivalidade clubística, se desvencilhando de propósitos políticos, mas a verdade é que, atualmente, após a desconstrução completa de Guevara, a bandeira atleticana ecoa o que muitos brasileiros anseiam: justiça e ordem.

Anúncios

Um comentário sobre “Torcida do Galo celebra René Barrientos, general que mandou executar Che Guevara

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s