Na campanha de 2014, Dilma teria ordenado a Odebrecht a bancar até mesmo o partido de Kassab

Nos depoimentos colhidos pelo TSE, Fernando Migliaccio, ex-executivo da Odebrecht, entregou a participação de Dilma Rousseff em repasses da empreiteira a Gilberto Kassab, hoje ministro do governo Temer, mas ministro do governo Dilma na ocasião.

Ao observar os nomes discriminados na planilha de repasses da empreiteira, perguntou a Alexandrino Alencar, ex-diretor da empresa, quem eram os codinomes “Esfirra” e “Tabule”. E o seguinte diálogo se sucedeu:

– É o Kassab.
– Mas o Kassab?!
– É, porque a Dilma pediu.

Isso mesmo. Em 2014, segundo os executivos da Odebrecht, Dilma Rousseff teria intercedido por pagamentos até mesmo do PSD de Kassab, o mesmo Kassab que havia sido alçado a inimigo número um do PT quando prefeito de São Paulo.

As informações são do portal Implicante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s