Mesma OAB que se calou diante de escândalos de Dilma pede, novamente, impeachment de Temer

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) protocolou nesta quinta-feira o pedido de impeachment do presidente Michel Temer na Câmara dos Deputados. Com base em informações da delação dos executivos da JBS, a OAB entendeu que Temer cometeu crime de responsabilidade e, por isso, deve ser condenado à perda do mandato e se tornar inelegível por um período de oito anos.

O principal argumento da entidade é o de que o presidente incorreu no crime de omissão ao ouvir – sem tomar nenhuma atitude – o dono da JBS, Joesley Batista, dizer que estava comprando juízes e um procurador e pagando pelo silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha e do operador Lúcio Funaro. A conversa foi gravada por Joesley em um encontro fora da agenda oficial com Temer no Palácio do Jaburu, na noite do dia 7 de março.

A informação é da Veja.

Anúncios

2 comentários sobre “Mesma OAB que se calou diante de escândalos de Dilma pede, novamente, impeachment de Temer

  1. Seria interessante a OAB explicar claramente suas atitudes… porque agiu de uma maneira em um caso e de outra maneira em outro caso, sendo que os dois são de mesmo fundamento…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s