Nova Miss EUA é cientista nuclear, negra, e não quer ser confundida com feministas

No último domingo (14) Kára McCullough, que até então era a Miss Colúmbia, foi coroada como Miss Estados Unidos da América 2017. Por ser a primeira negra a ganhar o concurso, grupos feministas tentaram capitalizar politicamente em cima disso, mas se deram muito mal.

Kára McCullough é cientista nuclear e, fugindo ao padrão da maioria das concorrentes, é considerada extremamente inteligente. Quando questionada sobre ser feminista, para desespero da esquerda, ela disse:

“Eu realmente não quero me considerar – tente não me considerar como alguém intransigente, você sabe, ‘Oh, eu realmente não me importo com os homens’. Mas uma coisa que eu vou dizer, porém, é: Mulheres, somos tão iguais quanto os homens quando se trata de oportunidade no mercado de trabalho.”

Kára também afirmou que o Obamacare não se trata de um direito, mas de um privilégio. Ela recebeu a coroa diretamente das mãos de Deshauna Barber, vencedora do concurso no ano passado que é militar e formada em TI.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s