Lula culpa a imprensa e Moro rebate: “julgamento será com base na lei”

Ao final do seu depoimento, durante suas considerações finais, o ex-presidente Lula fez um discurso de cerca de 15 minutos, onde atacou a mídia e foi rebatido pelo juiz Sérgio Moro.

Lula tentava criar a narrativa de que é alvo da mídia e “vítima da maior caçada jurídica que um presidente ou um político brasileiro já teve”, relacionando essa “caçada” a vazamentos feitos à imprensa.

Moro lembrou o ex-presidente que o processo é público e rebateu seu argumento. “O senhor foi chamado aqui e o senhor foi tratado, me desculpe se não pareceu isso em algum momento, com o máximo respeito”, disse Moro.

“O processo vai ser julgado exclusivamente com base nas provas e na lei e serão levadas em consideração essas declarações que o senhor fez. Agora, o senhor tem essas reclamações com a imprensa, e eu compreendo, mas o juiz não tem nenhuma relação com o que a imprensa publica ou não publica, e esses processos são públicos”, continuou o magistrado.

Anúncios

Um comentário sobre “Lula culpa a imprensa e Moro rebate: “julgamento será com base na lei”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s